World Time Zones travel towel and beach sarong kanga
  Search for City or Place:

09/20/2007, Brazil - "Horário de Verão começa no dia 14 de outubro",
Ministério de Minas e Energia- Assessoria de Comunicação do MME


See South America Time Zone Map with current time

Relógios deverão ser adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

A 37ª edição do Horário de Verão (2007-2008) terá início à zero hora do dia 14 de outubro de 2007 e terminará às vinte e quatro horas do dia 16 de fevereiro de 2008. Os relógios deverão ser adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, repetindo a mesma área de abrangência dos dois últimos anos.

De acordo com o Operador Nacional do Sistema (ONS), a previsão é que haja nesta edição uma redução entre 4% e 5% na demanda no horário de pico, o que representa cerca de 2 mil MW. Nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, a previsão é de redução na demanda da ordem de 1.745 MW, o que equivale ao dobro da carga de consumo de pico de Brasília. Já na região Sul, a redução deverá ser da ordem de 522 MW, equivalente ao triplo da carga de pico da cidade de Florianópolis.

A implantação do Horário de Verão tem como principal objetivo a redução da demanda máxima durante o horário de pico de carga do sistema elétrico brasileiro. A conjugação de fatores, tais como a mudança de comportamento dos consumidores e o término do expediente de trabalho, ainda com luz natural, associado com o retardo do início da utilização da iluminação pública, reduz a coincidência do consumo de energia elétrica acarretando queda do consumo nos horários de pico de carga no Sistema Interligado Nacional (SIN).

Esse efeito desloca o horário de ocorrência da ponta e reduz sua intensidade. Como conseqüência ocorre uma maior segurança e confiabilidade operativa do sistema nas horas mais críticas, minimizando a necessidade de investimentos para atendimentos sazonais em áreas localizadas, evitando-se também a sobrecarga nas linhas de transmissão, subestações, sistemas de distribuição e unidades geradoras de energia.

O aumento de consumo nessa época é resultado, sobretudo, do incremento da produção industrial, face às encomendas de Natal, e ao aumento da temperatura com a chegada do verão. Historicamente, são alcançados resultados expressivos com a redução da geração térmica para atender o horário de pico, diminuindo o custo de operação do sistema.

Nesta edição, além do Distrito Federal, a medida abrange os mesmos estados dos últimos dois anos: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Essa abrangência é explicada pelo fato de nesses Estados ser possível um aproveitamento mais eficiente da luz solar nessa época do ano.

No âmbito regional, nas áreas compostas pelo Distrito Federal, Goiás, Rio de Janeiro, Espírito Santo, São Paulo e Paraná, prevê-se uma redução de carregamento nas instalações de transmissão e melhoria no controle de tensão em condições normais e em situações de emergência. Já nas áreas Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, além dos ganhos na segurança operacional, esperam-se benefícios econômicos expressivos com a redução de geração térmica.

A mudança de horário no período do verão é um recurso adotado por diversos países do Hemisfério Norte (de março a outubro) e do Hemisfério Sul (outubro a março). Entre eles estão grande parte da Europa, os Estados Unidos, Rússia, Austrália, Nova Zelândia, Chile, Paraguai e Uruguai.

Back to DST News



Advertise | Awards / Media | How to link | Guestbook | About WorldTimeZone.com | Privacy | Contact
Copyright © 2011 WorldTimeZone.com. All rights reserved.